terça-feira, 21 de setembro de 2010

Drogas na minha vida


Meu consumo de drogas está elevado, eu assumo, sou um dependente, comecei com coisas leves, mas cheguei num estágio complicado, perdi todo controle, eu confesso. No início fui curioso e experimentei assistir o programa da Luciana Gimenez, foram alguns minutos, para eu ficar completamente interessado pelo tema do programa, “Funk denigre a mulher?”.

No dia seguinte já estava assistindo de novo, onde contemplava o tema “Sou Maria Chuteira e daí?”. Acompanhei uma rica discussão acerca do mesmo, até liguei para o programa querendo dar minha opinião, mas como não era jogador de futebol famoso, apenas de final de semana com os amigos, não consegui.

O final de semana chegou e achei que teria um momento de paz, e quem sabe restabelecer minha saúde mental, mas ao zapear os canais tive a infeliz idéia de assistir o programa do Gugu, aquele mesmo que já nos enganou com a história de entrevistar membros do PCC, e no final era tudo uma farsa, eu ia até trocar de canal quando me lembrei dessa história, mas quando vi aquelas modelos com a bunda de fora, dançando uma música, cujo refrão era algo do tipo “eu balanço para você ficar louco” não resisti, a carne é fraca e fiquei ali por mais um tempo, engolindo aquelas atrações extasiantes.

Estou ligadão, como dizem por aí, por dentro de quadros de fofocas, jornalismo sensacionalista, humor apelativo, tudo isso tem feito parte do meu dia a dia de viciado. O que consumo de mais leve é aquele programa que mostra só as mãos das modelos vendendo jóias caras, num canal que mal lembro qual, cujo particularmente acho eletrizante, fico torcendo para eles venderem tudo, assim elas podem colocar novos anéis na mão, ou uma mão mais bonita.

Só comecei a me dar conta desse meu vício por drogas, quando numa manhã ao me olhar no espelho, notei uma cara levemente de bunda, então decidi escrever essa crônica, estou procurando ajuda, quero sair dessa vida, acredita que até passou pela cabeça votar no Tiririca? Essa crônica está sendo enviada à Márcia Goldschmidt, até sugiro o tema para programa “Me ajuda, estou viciado em drogas como o seu programa”. Melhor tentar algo, acho que pior que tá, não fica.

2 comentários:

Thaisa Alves disse...

Utilizando frases do Madia: De todas os meios de comunicação criados a DESGRAÇA, MESMO, FOI A TELEVISÃO!

Edson disse...

Caro amigo, confesso que também passei por momentos difíceis. Tudo começou com o Programa do Ratinho, aquela parada de "homem grávido" e logo depois "o homem que 'comeu' uma roda de carro" (desse jeito mesmo que você está pensando). Quando percebi eu já estava até vendo Sônia Abrão, foi o fundo do poço. Apesar de estar bem melhor, acredito que ainda preciso de ajuda. Atualmente com o meu "vício moderado" só dou umas espiadinhas pelo programa da Lu quando tem desfile de mulher de calcinha, mas oro todos os dias para que não exista mais BBB, que é quando tenho minha recaída. Se conseguir ajuda, por favor, me avise!!!